Bronquite

Sobre a Bronquite

A bronquite é uma inflamação dos brônquios que se manifesta por tosse acompanhada de expectoração e sintomas relacionados à obstrução das vias aéreas pela inflamação e pelo expectorado, como dificuldade de respiração e chiados.

Causas

A Bronquite Aguda é, na maioria das vezes, provocada por uma infecção viral dos brônquios, conseqüência de uma gripe ou resfriado, no inverno, ou por estar em um local muito poluído com muita fumaça no ar. A Bronquite Aguda ocorre bruscamente e dura somente alguns dias. Pessoas que correm maior risco de sofrer de Bronquite Aguda são: idosos, crianças e bebês, fumantes, pessoas com problemas cardíacos ou pessoas que sofrem de doença pulmonar

 

A Bronquite Crônica é causada não necessariamente por uma infecção, na maioria dos casos, mas sim pelo fumo, poluição do ar ou a exposição a gases nocivos e geralmente faz parte de uma síndrome chamada DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica). A Organização Mundial de Saúde (OMS) refere-se a bronquite crônica se os sintomas estiverem presentes por pelo menos três meses por ano, durante dois anos consecutivos ou mais, com falta de ar mais ou menos intensa e crises de asma. Pessoas que roncam parecem ser mais propensas a adquirir bronquite crônica. Um estudo realizado por pesquisadores sul-coreanos sobre o assunto, foi publicado no início de 2008 nos Estados Unidos.

Sinais e Sintomas

Os sintomas comuns a ambas as formas de Bronquite podem incluir: tosse, falta de ar, chiado. Às vezes algumas pessoas apresentam desconforto no peito, cansaço ou febre.

 

Sintomas da Bronquite Aguda

A Bronquite Aguda geralmente aparece abruptamente e não dura muito tempo, isto é, em geral desaparece em alguns dias. Os sintomas que podem preceder a chegada de Bronquite Aguda são azia retroesternal ou dificuldade para respirar.

  • A tosse geralmente é seca no início e, após alguns dias, torna-se mais produtiva, com expectoração.

  • Estes sintomas são causados pelos efeitos da inflamação nos brônquios que incham e produzem muco e pus.

  • Febre baixa (menos de 38 ° C) e que muitas vezes desaparece entre 3 e 5 dias

  • Dores de cabeça

  • Dor de garganta

  • Rouquidão

 

Sintomas da Bronquite Crônica

Os sintomas de bronquite crônica incluem:

  • Tosse, geralmente com expectoração

  • Chiado

  • O esforço da tosse

AGENDE SUA SESSÃO DE FISIOTERAPIA CONOSCO

Parabéns! Sua mensagem foi recebida.

Tratamento

A bronquite aguda é uma doença autolimitada, que dura no máximo dez, quinze dias. Não existe tratamento específico para combater os episódios provocados por vírus. Boa hidratação, uso de vaporizadores, de analgésicos, de descongestionantes e evitar a exposição aos fatores de risco são recursos úteis para aliviar os sintomas e prevenir as crises.

Para começar o tratamento, é importante eliminar o cigarro (caso o doente seja tabagista), e repousar para evitar respirar em ambientes de gás tóxico e poluição. Para quem já tem a doença há um tempo considerável, deixar o fumo não vai fazer com que a doença regrida, mas desacelerará o seu avanço.

Agentes Mucolíticos e Fluidificantes diminuem a viscosidade do catarro e assim evitam que a secreção forme obstruções nos brônquios. Com a diminuição da viscosidade da secreção, as vias respiratórias ficam menos congestionadas, e assim há uma melhora significante da respiração.

Exercícios da terapia de reabilitação com Fisioterapeutas fazem com que o paciente seja capaz de utilizar a sua energia melhor ou de uma forma em que haja menor gasto de oxigênio.

A oxigenoterapia (uso de oxigênio em casa), quando necessária, também pode melhorar os sintomas, além de aumentar a expectativa de vida.

Outros medicamentos como Corticóides e Antibiótios só devem ser utilizados sob orientação médica.

  • Reúna todas as forças e tente parar de fumar. Se não conseguir, tente fumar menos e evite locais onde haja pessoas fumando

  • Beba bastante água, pois ela ajuda a diluir as secreções brônquicas e facilita a expectoração;

  • Lave as mãos com frequência;

  • Utilize máscara ou outro equipamento protetor, se você estiver sujeito à inalação de elementos irritantes;

  • Evite contato com pessoas resfriadas, gripadas ou com outras doenças transmissíveis por via respiratória;

  • Não iniba a tosse produtiva;

  • Evite permanecer muito tempo em ambientes com ar condicionado ou em locais com ar seco demais.

  • Na bronquite crônica, é importante a vacinação anual contra o vírus causador da gripe e o pneumococo

Recomendações

A prática da automedicação é extremamente prejudicial à saúde. O tratamento prescrito para uma pessoa pode não funcionar para outra. Além disso, a automedicação pode dificultar o diagnóstico preciso, principalmente na fase inicial da doença. Portanto a opinião de um especialista é sempre fundamental.